Tami Belfer iniciou seus estudos de música aos seis anos com o violinista Yoshitame Fukuda. Mas foi com o violão que seguiu, graduando-se em Música (violão erudito) e Licenciatura em Música pela Faculdade Santa Marcelina. Teve como seus principais professores Paola Picherzky e João Luiz Rezende Lopes. Trabalhou com diversas formações camerísticas, obtendo o segundo prêmio na categoria “música de câmara” no XVI Concurso de Violão Souza Lima. 

Tami seguiu o caminho da composição e produção musical para audiovisual, com foco na confecção de música para filmes, produzindo música para longas, curtas, séries e publicidade. Atuou como assistente dos produtores musicais Ricardo Marui, Beto Villares e Fábio Góes. Alguns de seus principais trabalhos são os longas “Eu sou mais eu” (Damasco Filmes), “Alguém como eu” (Gullane), “To the King of Wolves” (menção honrosa de trilha sonora original em curta metragem no South Film and Arts Academy Festival), O Jabuti e a Anta, Janaxpacha (Vencedor do prêmio "Melhor Sound Design" no Global Motion Pictures Awards).